terça-feira, 13 de outubro de 2015

Acupuntura japonesa: Harikikigaki - o livro dos parasitas de 1568.


Harikikigaki é um livro considerado tesouro nacional e patrimônio cultural do Japão, que está sob os cuidados do Museu Nacional de Kyushu. Escrito pelo médico de acupuntura Ibaraki Genkyou no país de Settsu ( atualmente Osaka) .

O livro foi ilustrado com um total de 63 parasitas, sendo o maior atrativo deste obra única na literatura japonesa.

Segundo a medicina japonesa, quando uma pessoa esta com sua energia de defesa fraca e fica por muito tempo exposto a ambientes que causa doenças como por exemplo frio, umidade, calor, secura vento e etc; o paciente acaba sendo “invadido” pelos insetos (mushi) e assim causando possíveis doenças no seu hospedeiros.

A medicina japonesa tem varias técnicas para poder expelir esses insetos invasores uma delas é muito utilizado na pediatria que é o Shonishin (matéria já explica aqui no blog).

Esses mushis eles são responsáveis por desequilibras nosso Ki (energia vital) e xue (sangue) acabando adoecendo o paciente e principalmente crianças.


O harikikigaki é um livro que na época seria uso restrito para os médicos japoneses, hoje em dias devido a grande globalização, o ocidente acabou tendo acesso a medicina milenar japonesa que para os médicos ocidentais muitas vezes não fazem sentidos as observações em relação as teorias ocidentais de cura.

Mas o que ainda chama atenção é como ervas medicinais que existem propriedades benéfica a saúde e ainda sendo consumidos no tempos “modernos” que obtém resultados significativos na área da saúde onde a medicina ocidental não tem explicação para comprovar os efeitos dos fitoterápicos em relação ao desequilíbrio do paciente.

Maiores informações acesse o link da outra metéria divulgada aqui no nosso blog:


Nenhum comentário:

Postar um comentário