domingo, 13 de julho de 2014

Casca de canela, usada na medicina chinesa, mostra a eficácia para deter a progressão da doença de Parkinson (Estudo científico)

Texto por Dr. Caio Cesar de Oliveira.

O site Natural News publicou no dia 12 de julho de 2014 que comer canela em pó pode reverter mudanças no organismo (cérebro) nas pessoas que sofrem com a doença de Parkinson, publicado no Journal of Neurolmmunee Farmacologia em 20 de junho pelos pesquisadores pelo Rush University Medical Center.

“Isto pode, potencialmente, ser uma das abordagens mais segura para impedir a progressão da doença em doentes com Parkinson” afirma o pesquisador Kalipada Pahan (PhD).

Para realizar o estudo foi utilizado camundongos com a doença de Parkinson, quando os pesquisadores alimentaram os animais com a canela percebeu que, quando o alimento atingiu o intestino, foram separados em vários metabolitos, incluindo o Benzoato de sódio, que um vez ingerido é atingido nas vias cerebrais dos camundongos.

Quando o Benzoato entrou nos cérebros dos ratos impediram a perda de Parkin e DJ-1, parando a morte dos neurônios e neurotransmissores, incluindo a dopamina e causados para retornar aos níveis normais, os mesmo ratos alimentados com a canela demonstraram uma melhoria na função motora.

“A canela é metabolizado no fígado para o benzoato de sódio, que é um medicamento aprovado pelo FDA usado no tratamento de defeitos metabólicos hepáticos associado hiperamonemia”, disse Pahan. 

Os pesquisadores esperam que as descobertas podem levar a um tratamento, ou até mesmo a cura para a doença de Parkinson.“ agora precisamos traduzir esta descobertas para a clinica de canela em pó de testes em pacientes com DP”, disse Pahan. 

“Se estes resultado são replicadas em pacientes com DP, seria uma avanço notável no tratamento desta doença neurodegenerativa devastadora.”

Para ler o estudo completo por favor acesse o link abaixo:


Fonte: Natural News

Nenhum comentário:

Postar um comentário