quarta-feira, 7 de maio de 2014

XieQi: Secura

Texto por Caio Cesar de Oliveira

Estamos em uma época do ano que é comum o nosso corpo ficar exposto a esse fator climático externo
conhecido como secura na medicina tradicional chinesa.

A secura é o Xieqi principal da estação climática do outono, é uma estação com falha de umidade e de água, decorrente que há dias refrescantes ou frios e o seu tempo torna-se extremamente seco.

O nosso organismo está exposto a dois tipos de secura interna e externa.

Secura externa corresponde a fatores ambientais que tem de origem externa e agredindo o nosso corpo através das vias respiratórias (nariz, boca e pulmão), se a nossa energia de defesa não estiver forte a invasão por esse fator climático é inevitável.

Os ataques de secura podem ser por ondas quentes ou frias (liang), pois no outono, resta ainda o qi do fogo do verão que provoca geralmente secura quente, mas o Qi do frio do inverno bem próximo, pode se manifestar às vezes, criando secura fria.

A secura interna provém com mais frequência de exonerações demais abundante (urina, fezes), ou de um excesso de transpiração. O xue e o Jing são agredidos no interior (jing xue nei duo), o que acarreta perda dos líquidos yin (yin jin) do organismo.

SÍNDROMES DA SECURA

Doença da secura externa
- Secura Quente (Wen Zao)
Febre, leve temor do vento e do frio, dor de cabeça, suor fraco, sede, angústia, nariz e garganta secos, tosse seca com pouca mucosidade (tan) ou então, presença de sangue nos humores viscos, tosse que não alivia.

- Secura Fria (Liang Zao)
Temor do frio, febre, cefaleia, ausência de suor, tosse seca com poucas mucosidades, boca e nariz seca.
Doença de secura interna.

Sintomas principais: boca e garganta secas, pele seca e áspera, pelos e cabelos secos, emagrecimento, oligúria, fezes secas e duras.
A origem da causa é devido a diminuição dos líquidos orgânicos , o que faz chamar também de “jin esgotado” ou “secura do xue”.


É muito decorrente de uma fonte de calor secando os líquidos, consecutivas de transpiração profusa, vômitos, exonerações excessiva ou espoliações sanguíneas.

Referencia: 
- AUTEROCHE. B.O diagnóstico na medicina chinesa. São Paulo, Andrei, 1992.

Nenhum comentário:

Postar um comentário