terça-feira, 8 de abril de 2014

Medicina Tradicional Chinesa e Medicina Ayurvédica: Vaso Governador e Sushumna.

Texto por Drº Caio Cesar de Oliveira.

O Sushumna é um canal que flui na espinha dorsal conhecido também como Nadi Brahman. Há vários relatos onde se inicia o Sushumna, mas, na maioria das literaturas sobre ioga relata que o ponto de partida inicia-se no chakra Muladhara (chakra básico). E o seu ponto de término fica no alto da cabeça, conhecido como o portão de Brahman, acredita-se que nesse ponto a energia Prana e a Kundalini entram e saem.


Na teoria da medicina tradicional chinesa têm estruturas que correspondem às informações da medicina ayurvédica, como por exemplo, o vaso governador (VG) que corresponde completamente ao Sushumna.
A sua função na MTC é controlar os seis meridianos Yang do corpo. Inicia-se na ponta do cóccix, localização muito próxima ao chakra muladhara, sobe pela parte posterior do corpo (costas) e termina na parte superior do lábio.

Antigos chineses afirmam que o Qi está depositado no meridiano VG como a água de um lago: flui nos meridianos como a água flui pelos rios.

Geralmente a energia depositada no VG costuma flui no sentido descendente. Do mesmo modo, a energia que flui pelo Sushumna parece escoar sempre na mesma direção; São aspectos de dois principais canais de energia que estão funcionando de uma forma única, sendo correspondente aos dois métodos. 

Referencia: 
MOTOYAMA, Hiroshi. Teoria dos Chakras. São Paulo: Pensamento, 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário