segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Tireoide e o tratamento de forma oriental.

Texto - Caio Cesar de Oliveira


Tireoide é uma glândula do organismo responsável por a regulação do metabolismo, mantendo um equilíbrio nos níveis de cálcio do nosso organismo. A glândula é composta por 2 lobos separados e localizando-se ao lado da traquéia. Esse 2 lobos da tireoide é composta por dois tipos de tecidos diferente o foliculares (produzem os hormônios T3 e T4) e a parafoliculares (produzem o hormônio calcitonina). O que é responsável por manter o metabolismo regulado no organismo são os T3 e T4, que promovem a produção de proteínas.
O metabolismo dado o momento quando as células liberam e utilizam energias dos nutrientes para produzirem proteínas e outros componentes das células que futuramente será utilizada para uma determinada função ou crescimento. Se os hormônios T3 e T4 não estiverem em um nível adequado, o funcionamento celular é afetado consequentemente o metabolismo é aumentado (hipertireoidismo) ou diminui (hipotireoidismo) provocando a doença. A calcitonina produzida pelas células parafoliculares trabalhar como outro fator químico equilibrando os níveis de cálcio no organismo. Para que ocorram as atividades da glândula tireoide é necessário à participação do hormônio estimulador da tireoide o TSH.

Sinais e Sintomas.
Hipotireoidismo:
Bócio Tireoidiano.
  1. ·         Aumento do volume da tireoide (bócio)
  2. ·         Pele Seca
  3. ·         Cansaço generalizado (Astenia)
  4. ·         Dor nas articulações
  5. ·         Prisão de ventre (Constipação intestinal)
  6. ·         Menstruação alterada
  7. ·         Ganho de peso
  8. ·         Sonolência
  9. ·         Intolerância ao frio



Hipertireoidismo:
Proptose ocular.
  1. ·         Aumento do volume da tireoide (bócio)
  2. ·         Excesso de suor
  3. ·         Intolerância ao calor
  4. ·         Olhos esbugalhados (Proptose do olho)
  5. ·         Arritmias cárdicas
  6. ·         Perda de peso
  7. ·         Aumento da sede e fome
  8. ·         Irritabilidade e ansiedade
  9. ·         Tremores das mãos

  
Diagnostico.
É feito um exame laboratorial para a detecção da disfunção do TSH, se mostrar uma anormalidade é pedido o exame de T4 para confirmar o diagnostico, pode ser solicitado também os exames para ver os níveis de T3.
Tratamento
O tratamento pode ser feito pelo método ocidental ou pelo método oriental. O ocidental envolve medicação como a levotiroxina ou se for o caso uma cirurgia para retirar a glândula.
A forma do tratamento pelo método oriental é através da acupuntura que atua no reequilíbrio energético do organismo fazendo com que volte às condições normais d

os hormônios da tireoide através de varias aplicações de agulhas no corpo e nos ouvidos de forma indolor. Além de ter um grande beneficio no tratamento a acupuntura resolver os sintomas desconfortáveis da doença.
O conceitos na medicina tradicional chinesa (MTC) é diferente na medicina ocidental, os médicos orientais  relatam que todos os órgãos estão inter-relacionados em harmonia o momento que entra  em um estado de desequilíbrio (desarmonia) surge a doença, por isso o tratamento e o diagnóstico oriental é de forma energética avaliando o aspecto de equilíbrio do corpo. No caso da tireoide na visão da MTC a glândula está relacionada especificamente com o órgão rim (responsável pelo cérebro) e  o fígado ( responsável pela  glândula da tireoide, tendões e ligamentos) . Para trazer o equilíbrio energético as agulhas são aplicadas nos canais energético (meridianos) do fígado e dos rins para estabelecer o reequilíbrio da tireoide e seus hormônios.
Outra forma de tratamento oriental é através da fitoterapia chinesa que procura promover ou subjugar a função da tireoide com a utilização de ervas medicinal. Tem uma importância relatar que a glândula tireoide depende do iodo para a sua função, suplementar uma dieta com vegetais do mar (alga) ou sal marinho contendo iodo ajuda promover a função da glândula saudável.

Confira outras matérias relacionada na área da saúde no Indaiatem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário